Desigualdade social e educação no pensamento de Pierre Bordieu

Rita Voss

Resumo


O tema do artigo versa sobre desigualdade social e educação no pensamento de Pierre Bourdieu considerando as obras que discutem a relação objetivação/subjetivação das relações sociais e a inserção do corpo como expressão social que o transversaliza. As desigualdades sociais se inscrevem nos corpos, na naturalização dos esquemas sociais que configuram comportamentos, modos de agir, e de ocupar um lugar na hierarquia social. Os conceitos de habitus e campo são recursos analíticos que permitem compreender a dinâmica da dominação sustentada pela crença na ordem natural do mundo, nas representações e modelos cognitivos que justificam as desigualdades sociais.

Palavras-chave


Pierre Bourdieu; desigualdades sociais; educação

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários